logo
Latest Posts
Top
Image Alt

Viaje entre Iguais

Bento Gonçalves: a Itália é logo ali

Divulgação

Quando chegaram ao Sul do Brasil, há 150 anos, os imigrantes italianos encontraram um lugar que lembrava a terra natal, com clima ameno e relevo montanhoso. E essas semelhanças permitiram que os colonos transformassem a Serra Gaúcha na principal área vinífera do país. Essa é a história que você vai conhecer – em muito mais detalhes, claro – quando visitar Bento Gonçalves, um dos mais charmosos destinos nacionais.

 

No Vale dos Vinhedos fica boa parte das vinícolas e muitos dos bons restaurantes da região, mas Bento Gonçalves oferece bem mais: tem passeio de trem, museu da imigração italiana, atividades de aventura e caminhos rurais cheios de atrações como o imperdível Caminhos de Pedra. A seguir, alguns dos programas que você não pode perder – e dois hotéis que podem tornar sua viagem ainda mais especial.

 

Roteiro Caminhos de Pedra

Dá para passar um dia inteiro explorando lugarzinhos que são marcas autênticas da imigração italiana no Brasil. Entre as mais de 25 atrações há cantinas, cafés, vinícolas e produtores de artesanato típico, queijos, embutidos, cucas e até erva-mate.

Divulgação

Vinícolas

Os melhores tintos do país são produzidos aqui. Entre gigantes do setor e empresas familiares, os roteiros são bem parecidos: passeio pelos parreirais, explicações sobre a produção e pausa para degustação, tudo acompanhado por enólogos – nas vinícolas menores, os próprios donos costumam receber os visitantes. Vinícolas que não devem ficar de fora do seu roteiro: Casa Valduga, Salton, Miolo (as maiores, com visitas mais completas), Almaúnica, Marco Luigi, Terragnolo e Lídio Carraro.

Miolo

Divulgação

Almaúnica

Divulgação

Marco Luigi

Hotéis

Hotel & Spa do Vinho, Autograph Collection

Em pleno Vale dos Vinhedos, esse charmoso refúgio tem a cultura do vinho como sua principal expressão – da espetacular adega ao charmoso restaurante Leopoldina, das salas de degustação ao spa que oferece tratamentos com produtos derivados das videiras. Os confortáveis quartos, a banheira de hidromassagem e a piscina aquecida garantem ótimos momentos de relax.

Divulgação

Lote 20

Esse hotel boutique tem poucos quartos, decorados de forma exclusiva. Aposta no atendimento personalizado e em mimos como o café da manhã com hora marcada, servido em qualquer espaço escolhido, e no piquenique feito sob medida. Outros pontos altos: a arquitetura, que reproduz as casas de pedra dos antigos imigrantes, e a experiência ’Hora das Estrelas’, idealizada  para que os hóspedes contemplem com calma o lindo céu da região.

 

Divulgação

Onde comer:

Guri – Cozinha de Origem

O chef Enio Valli resgata técnicas de cocção tradicionais dos pampas. O preparo é feito em grelhas ao estilo parrilla ou no forno a lenha, e os cortes de carne são servidos em pratos a la carte ou no menu degustação.

 

Champenoise Bistrô

O charmoso bistrô aposta no slow food: você degusta sem pressa um menu degustação com 4 ou 5 etapas, para o qual pode escolher as receitas preferidas do cardápio.

 

Divulgação

Pignatella

Localizado em Tuiuty, distrito de Bento Gonçalves, é a dica perfeita para um almoço italiano tradicional – os sabores caseiros vêm de receitas inspiradas na região do Tirol, no norte da Itália.

 

Valle Rústico

Tem como conceito a ´Cozinha de Natureza´: técnicas antigas de preparo são utilizadas para criar pratos com ingredientes orgânicos ou biodinâmicos comprados de agricultores familiares locais.

 

Casa Madeira

As paredes de pedra e os pratos do cardápio conduzem o visitante ao início do século 19. A proposta é um resgate histórico da culinária autêntica dos primeiros imigrantes italianos no Vale dos Vinhedos.

Divulgação

Post a Comment

css.php